Thursday, July 13, 2006

O meu grilo com Vinicius

No Brasil, se voce nao tem um parente chamado Vinicius, voce pode ser referir ao poeta Vinicius de Moraes somente pelo primeiro nome que todos sabem de quem voce esta falando.

Vinicius e um cara que nao precisa de apresentacao. Todos, bem, nao todos, mas uma grande parte do meu povo brasileiro sabe ou ja ouviu falar de Vinicius. Suas cancoes, seus poemas, sao famosos no mundo todo, mesmo que seja culpa de uma certa garota de uma certa praia, mas enfim, deu pra sacar o meu ponto: Vinicius e um cara famoso.

Hoje eu quero confessar uma coisa com voces ( ou voce ai do outro lado da tela desperdicando o seu tempo). Eu sou grilado com o Vinicius! Perai, antes que voce va para outro site, deixe que eu ao menos me explique. Na verdade eu tenho varios grilos com Vinicius, hoje so me concentrarei em um deles. Esse grilo foi se desenvolvendo aos poucos e e diretamente proporcional ao meu hobby de escritor e compositor de fim de semana.

O grilo e que Vinicius me enganou! E ja faz tempo que ele me enganou, o pior e isso. O pior e que ate hoje eu nao aprendi a licao, ele continua me enganando e eu continuo nao dando bola. Os versos de Vinicius, seja em poesia ou cancao, me enganam todo dia. Eles sao simples e puros. Eles nao precisam de nada, ninguem precisa botar o joelho no chao e esfregar seus versos pra tirar a sujeirinha dos cantos. Eles nao tem parafuso torto, nao tem motor fundindo, nao tem pneu careca, nao tem problemas!
Agora do outro lado da moeda, meus poemas e minhas cancoes tao cheios de cantos e rodapes e todos precisam de vassoura, pano de chao, e uma encerrada boa. Sem falar dos parafusos que alem de estarem frouxos tem outros faltando, alguns tao de pneu furado e ninguem sabe onde o macaco foi parar.

Os do Vinicius? Os do Vinicius nao!

O que me da raiva e que cada vez que eu leio ou ouco algo familiar com calma e atencao eu sempre descubro algo novo. Por exemplo, hoje eu estava escutando "Eu Sei Que Vou Te Amar", e pela primeira vez eu parei pra prestar atencao na letra da musica, que ja cantei no chuveiro milhares de vezes sem dar atencao. Hoje cada palavra era nova, cada acorde um som desconhecido. A conclusao que cheguei e que ninguem sabe o que que Vinicius "vai amar", nao esta esclarecido em lugar nenhum da cancao. Pode ser que ele esteja cantando pro cachorro dele, ou pro padeiro da esquina, ou pra tia que faz o pastel favorito dele na feira, diacho, as vezes pode ate ser pro proprio pastel, por que viver sem pastel nao da. Eu falo por experiencia propria, vida sem pastel e deprimente mesmo. Ninguem sabe quem e esse amor de Vinicius, pode ser mulher, futebol, viola, carne assada, rapadura, maconha, veu rendado, salto alto( hoje em dia nunca se sabe ne?), carro velho...


So minha opiniao...


Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida, eu vou te amar
Em cada despedida, eu vou te amar
Desesperadamente
Eu sei que vou te amar

E cada verso meu será
Pra te dizer
Que eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida

Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua, eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta tua ausência me causou

Eu sei que vou sofrer
A eterna desventura de viver
À espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida

1 comment:

Anonymous said...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»